EUA habilitam mais cinco frigoríficos argentinos

Com isso, sobe para 16 o números de frigoríficos argentinos liberados para exportar carne aos EUA

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Pesca da Argentina informou que os Estados Unidos habilitaram mais cinco unidades frigoríficas a exportar carne bovina ao país. Com estas habilitações, um total de 16 frigoríficos argentinos estão liberados para exportar o produto ao país norte-americano.

As indústrias Quickfood S.A, Logros S.A., Forres-Beltrán S. A., Azul Natural Beef S.A. e Alberdi S.A. tiveram as plantas credenciadas pela Agência de Inspeção e Segurança Alimentar do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA).

Continue a leitura após o anúncio

O anúncio foi feito durante encontro oficial do secretário da Agricultura, Pecuária e Pesca da Argentina, Luis Miguel Etchevehere, com o subsecretário de Comercio Exterior e Assuntos Agrícolas Internacionais dos EUA, Ted Mc Kinney.

Os Estados Unidos reabriram o mercado à importação de carne bovina desossada argentina em novembro de 2018, após 17 anos de embargos. O acordo limita a Argentina à exportação de 20 mil toneladas anuais, o que geraria uma receita aproximada entre US$ 150 e US$ 180 milhões por ano.

Compartilhe
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email

Publieditorial

2742961

Newsletters DBO

Os destaques do dia da pecuária de corte, pecuária leiteira e agricultura diretamente no seu e-mail.

Conteúdo original Revista DBO