Autoridades da Arábia Saudita recuam de medida sobre validade do frango

Sauditas suspenderam a regra que determinava prazo de validade de três meses para a carne de frango congelada e prejudicava exportações brasileiras

As autoridades sanitárias sauditas acolheram argumento dos países exportadores de carne de frango e de stakeholders locais e suspenderam a medida que estipulava em três meses o prazo de validade da carne de frango congelada.

A informação foi divulgada na segunda-feira (16) pela Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA).

A medida prejudicava o fornecimento internacional em função do curto período que os produtos teriam, depois do todo o tempo de transporte, para ficar nas prateleiras da Arábia Saudita.

VEJA TAMBÉM | Japão abre mercado para o material genético avícola do Brasil, diz ABPA

O Brasil é fornecedor essencial de carne de frango no mercado saudita, mas o país também vem incentivando a produção local.

De acordo com a ABPA, os argumentos do Brasil foram apresentados pelo governo brasileiro com apoio da entidade, com base nas normas do Codex Alimentarius, código alimentar com padrões internacionais, e em outras normas internacionalmente estabelecidas que atribuem, entre outros, a determinação do prazo de validade ao produtor.

“A acolhida da decisão restabelece os processos de nossas tratativas com o fundamental mercado da Arábia Saudita sob os critérios que norteiam o comércio internacional de alimentos. É uma notícia importante para os exportadores brasileiros, que têm uma sólida e longa relação com este mercado”, disse Ricardo Santin, presidente da ABPA.

Compartilhe
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email

Revista DBO | Ele quer todo gado na sombra

VEJA os destaques da edição de maio e o Especial Instalações e Equipamentos; na capa, a Agropastoril Campanelli investe em cobertura metálica dos currais e comprova ganho de mais de meia arroba por animal engordado na sombra

Revista DBO | Ele quer todo gado na sombra

VEJA os destaques da edição de maio e o Especial Instalações e Equipamentos; na capa, a Agropastoril Campanelli investe em cobertura metálica dos currais e comprova ganho de mais de meia arroba por animal engordado na sombra

Publieditorial

2742961

Newsletters DBO

Os destaques do dia da pecuária de corte, pecuária leiteira e agricultura diretamente no seu e-mail.