BNDES recebe 7 propostas para assessoramento em desestatização de portos

Governo estuda a possibilidade de ter um único administrador dos portos de Santos e São Sebastião
Foto: Codesp/divulgação

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) recebeu nesta semana sete propostas de consórcios de empresas distintas que querem atuar no assessoramento técnico do projeto de desestatização dos portos de Santos e de São Sebastião.

Em maio, o Ministério da Infraestrutura assinou com o BNDES contrato para a realização dos estudos do que será feito em relação aos dois portos. A previsão da pasta é de que os estudos sejam divulgados no primeiro trimestre de 2021 e que o leilão ocorra em 2022.

Continue a leitura após o anúncio

Como mostrou o Broadcast, o governo estuda a possibilidade de ter um único administrador dos portos de Santos e São Sebastião. Entre as alternativas de desestatização estão a concessão do ativo operacional com alienação da empresa; a liquidação da empresa, em que só a concessão é repassada para o privado (modelo considerado menos provável); e a venda de ações.

O Ministério da Infraestrutura dá continuidade à política pública de garantia da capacidade e eficiência necessárias para uma maior competitividade e redução do custo Brasil, por meio da maior participação da iniciativa privada nos investimentos de infraestrutura, em especial no setor portuário“, afirmou o ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, em nota divulgada pela pasta.

Compartilhe
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email

Publieditorial

2742961

Newsletters DBO

Os destaques do dia da pecuária de corte, pecuária leiteira e agricultura diretamente no seu e-mail.

Conteúdo original Revista DBO