Boi em São Paulo e Mato Grosso seguem o mesmo caminho, com queda no diferencial de base

De acordo com o Imea, nas duas importantes praças a valorização da arroba tem andado no mesmo ritmo

Em junho, o diferencial de base entre Mato Grosso e São Paulo apresentou ligeira alta de 0,17 ponto percentual, frente ao patamar de maio, ficando em -14,44%, segundo informa o Instituto Mato-Grossense de Economia Agropecuária (IMEA).  O indicador demonstra a diferença entre as cotações do animal terminado nas duas praças de comercialização, importantes polos de preços. “Apesar de o distanciamento entre as duas praças ainda persistir, já é notório que as variações mensais estão mais amenas”, relata o Imea.

Segundo o instituto, tanto na pecuária paulista quanto na matogrossense, a conjuntura é a mesma nos últimos meses: oferta de animais restrita e aumento das exportações de carne bovina. “Isso significa que, nos dois Estados, as cotações têm valorizado em proporções semelhantes”, observa o Imea.

Continue a leitura após o anúncio

No Mato Grosso a arroba do boi a prazo registrou alta mensal de 4,07%, com valor médio final (livre de Funrural) de R$ 179,96. Em São Paulo, por sua vez, o aumento no período foi de 4,28%, fechando em R$ 210,33 (livre de Funrural).

Para julho, até a terceira semana do mês, o movimento observado, inclusive, já é de queda no diferencial de base MT-SP, pois está em -14,10%. “Esta nova conjuntura traz otimismo, visto que desde jan/20 não era observado estreitamento no indicador”, destaca o Imea.

 

Compartilhe
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email

Publieditorial

2742961

Newsletters DBO

Os destaques do dia da pecuária de corte, pecuária leiteira e agricultura diretamente no seu e-mail.

Conteúdo original Revista DBO