Brasil exporta 4,22 milhões de toneladas de milho em janeiro

Receita com as vendas externas chegou a US$ 734,1 milhões, 56,5% mais que a registrada em janeiro do ano passado

As exportações brasileiras de milho em janeiro totalizaram 4,224 milhões de toneladas, 39,8% acima do total embarcado em janeiro de 2018, quando somaram 3,0215 milhões de toneladas. A receita com as vendas externas do cereal chegou a US$ 734,1 milhões, 56,5% mais que a registrada em janeiro do ano passado, que foi de US$ 468,9 milhões. Os dados foram divulgados nesta tarde pela Secretaria de Comércio Exterior (Secex), do Ministério da Economia, e consideram 22 dias úteis.

Continue a leitura após o anúncio

Na comparação com dezembro de 2018, quando os embarques somaram 4,014 milhões de toneladas, o volume exportado em janeiro foi 5,2% maior. A receita também subiu de um mês para o outro, 3,7% – em dezembro, atingiu US$ 707,9 milhões.

A alta produção na segunda safra, somada à valorização do dólar ante o real, estimularam as exportações da commodity.

O preço médio do cereal exportado em janeiro foi de US$ 173,80 a tonelada, ante US$ 176,30 em dezembro e US$ 155,20/t em janeiro de 2018.

Fonte: ESTADÃO CONTEÚDO

Compartilhe
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email

Revista DBO – Saindo na frente

Confira a edição de setembro, que traz o “Especial de Genética e Reprodução” com 7 reportagens exclusivas, além de outras 21 reportagens e análises sobre o mundo da pecuária

Revista DBO – Saindo na frente

Confira a edição de setembro, que traz o “Especial de Genética e Reprodução” com 7 reportagens exclusivas, além de outras 21 reportagens e análises sobre o mundo da pecuária

Publieditorial

2742961

Newsletters DBO

Os destaques do dia da pecuária de corte, pecuária leiteira e agricultura diretamente no seu e-mail.

Conteúdo original Revista DBO