Suínos para a China podem render US$ 1,7 bilhão aos americanos

A conta vale para os próximos três anos e tem grande chance de se concretizar

As exportações de carne suína norte-americana ao mercado chinês atingiram US$ 700 milhões em 2017 e devem chegar a US$ 1,7 bilhão/ano nos próximos dois a três anos, segundo previsões baseadas no novo acordo entre EUA e China, assinado na última quarta-feira.

A China concordou em ampliar a lista de produtos suínos para importação, incluindo alimentos processados, como presunto, e alguns tipos de miudezas.

Enquanto os compromissos da Fase 1 do acordo com a China não são colocados em prática, as exportações de carne suína dos EUA continuam sendo prejudicadas por causa das tarifas punitivas de 60% aplicadas atualmente pelo gigante asiático.

Continue a leitura após o anúncio

“Para capturar totalmente os benefícios desse acordo, precisamos que a China elimine todas as tarifas da carne suína dos EUA” , disse David Herring, presidente do Conselho Nacional de Produtores de Carne Suína (NPPC), segundo texto publicado pelo portal norte-americano Feedstuffs.

“Se os EUA continuarem enfrentando tarifas punitivas de 60%, enquanto os nossos países concorrentes receberem uma tarifa de 8%, as vendas dos EUA serão suprimidas à medida que a China importar mais carne suína de outros países”, acrescentou.

Herring ainda afirmou: “A carne de porco é um teste decisivo para o sucesso desta primeira fase do acordo. Se a China não está disposta a reduzir as suas tarifas sobre a carne de porco dos EUA, é difícil imaginar o país cumprindo o compromisso de compra agrícola de US$ 40 bilhões por ano”, disse.

 

 

Compartilhe
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email

Publieditorial

2742961

Newsletters DBO

Os destaques do dia da pecuária de corte, pecuária leiteira e agricultura diretamente no seu e-mail.

Conteúdo original Revista DBO