Com maior procura, preços da carne de frango aumenta

De acordo com o Cepea, movimento nos valores é de recuperação tendo em vista as fortes quedas observadas entre os meses de março e maio

A redução no poder de compra da população, devido aos impactos econômicos da pandemia de coronavírus, tem favorecido as vendas de carne de frango, que, geralmente, é mais barata do que as principais substitutas: bovina e suína.

Além disso, o pagamento dos salários e da parcela do auxílio emergencial do governo federal e a retomada parcial de algumas atividades econômicas impulsionaram as vendas de carne avícola neste início de junho, segundo agentes do setor consultados pelo Cepea.

Nesse cenário, os preços da proteína de frango subiram com mais intensidade do que as cotações das concorrentes, o que diminuiu sua competitividade.

Vale ressaltar que esse movimento nos valores é de recuperação, tendo em vista as fortes quedas observadas entre março e maio – em termos nominais, o atual patamar médio de preço se aproxima do verificado em setembro de 2018.

Compartilhe
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email

Publieditorial

2742961

Newsletters DBO

Os destaques do dia da pecuária de corte, pecuária leiteira e agricultura diretamente no seu e-mail.