Conab estima que produção de grãos será a 2ª maior da história

Resultados da produção recorde é creditada ao aumento de área na soja, milho e algodão

A produção de grãos no Brasil na safra 2018/2019 deve alcançar 235,34 milhões de toneladas, o que corresponde a um aumento de 3,4% (mais 7,7 milhões de t) em comparação com o período anterior (227,67 milhões de t). O resultado representa a segunda maior safra da série histórica, e aumento de 2 milhões de t ante a previsão de fevereiro (233,29 milhões de t). Os números fazem parte da 7ª pesquisa da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), divulgada nesta quinta-feira, 11.

Continue a leitura após o anúncio

Conforme a Conab, soja, milho, arroz e algodão apresentam-se como as principais culturas produzidas no País, representando 94,5% da safra. A produção de soja é estimada em 113,8 milhões de toneladas (queda de 4,6% ante o recorde de 2017/18, que foi de 119,28 milhões de t), podendo alcançar o título de terceira maior safra da série histórica. A melhora da produção de milho na segunda safra também contribui para puxar os números da safra 2018/19. A colheita prevista do milho total em 94 milhões de toneladas representa aumento de 16,5% comparado à safra anterior (80,71 milhões de t). A segunda safra do cereal deve atingir 68,14 milhões de toneladas ante 53,90 milhões de t em 2017/18 (aumento de 26,4%).

A primeira safra de milho, de verão, já colhida, está projetada em 25,87 milhões de t (queda de 3,5% ante a anterior, de 26,81 milhões de t). A safra de algodão em pluma pode alcançar 2,65 milhões de toneladas, com uma elevação de cerca de 32% frente à safra 2017/18 (2 milhões de t). A área plantada deve crescer 35%, alcançando 1,17 milhão de hectares. Já a produção de arroz deve registrar 10,7 milhões de toneladas, queda de 11,7% ante 2017/18 (12,06 milhões de t). As três safras de feijão devem apresentar leve aumento de 0,5%, de 3,12 milhões de t em 2017/18 para 3,13 milhões de t em 2018/19. A primeira safra da leguminosa deve cair 24,5%, de 1,29 milhão de t para 971,7 mil t. A segunda safra pode crescer 18,6%, de 1,22 milhão de t para 1,44 milhão de t. A terceira safra de feijão está prevista em 716,7 mil t ante 613,8 mil t.

A Conab estima que, entre as culturas de inverno, a safra de trigo deve atingir 5,63 milhões de t, aumento de 3,7% em comparação com 2018 (5,43 milhões de t). Conforme a Conab, a área plantada total em 2018/19 deve crescer 2,1%, de 61,72 milhões de hectares em 2017/18 para 63,03 milhões de hectares em 2018/19. A área plantada da soja, principal cultura, cresceu 1,8%, correspondendo ao plantio de 35 milhões de hectares.

Os maiores aumentos de área são de soja (626 mil hectares), milho segunda safra (702,8 mil hectares) e algodão (410,8 mil hectares). Para o superintendente de Informações do Agronegócios da Conab, Cleverton Santana, o resultado da safra 2018/19 tem como aliado o aumento de área. “Enquanto o milho primeira safra perdeu espaço para feijão, cana-de-açúcar e pastagens, o outro foi favorecido pela antecipação da colheita da soja e pela possibilidade do aproveitamento integral da janela climática, criando a expectativa de bons rendimentos na lavoura”, disse ele, em comunicado. “A área do primeira safra sofreu uma redução de 1,3%, mas o da segunda cresceu 6,1% referente ao período anterior”, completou. A Conab informa, ainda, que, nessa temporada, a semeadura da segunda safra praticamente foi encerrada nos principais Estados produtores, especialmente naquelas áreas colhidas com as variedades precoces da soja, e o plantio neste exercício ocorrerá, de forma geral, mais rápido que o verificado na safra passada.

Fonte: ESTADÃO CONTEÚDO

Compartilhe
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email

Revista DBO – Saindo na frente

Confira a edição de setembro, que traz o “Especial de Genética e Reprodução” com 7 reportagens exclusivas, além de outras 21 reportagens e análises sobre o mundo da pecuária

Revista DBO – Saindo na frente

Confira a edição de setembro, que traz o “Especial de Genética e Reprodução” com 7 reportagens exclusivas, além de outras 21 reportagens e análises sobre o mundo da pecuária

Publieditorial

2742961

Newsletters DBO

Os destaques do dia da pecuária de corte, pecuária leiteira e agricultura diretamente no seu e-mail.

Conteúdo original Revista DBO