Milho: Cotações seguem batendo recordes no Brasil com oferta curta

Compradores que precisam do grão para seu abastecimento acabam necessariamente tendo de pagar valores cada vez mais altos, aponta a Safras & Mercado
Foto: Guilherme Viana/Embrapa

O mercado brasileiro de milho seguiu apresentando preços em elevação nessa semana. O cenário se mantém, com a oferta muito apertada em relação à demanda. Os compradores que precisam de milho para seu abastecimento acabam necessariamente tendo de pagar valores cada vez mais altos diante da resistência e pedida do vendedor.

A preocupação com o clima seco para a safrinha agravou ainda mais o problema para os consumidores. Com a apreensão com possíveis quebras da safrinha, os produtores se retraíram ainda mais na venda.

Segundo o consultor de Safras & Mercado, Paulo Molinari, o mercado segue muito firme, principalmente na região Sul. “As ofertas estão cada vez mais justas e o mercado vai tentando emplacar preços de R$ 100,00 a saca”, afirma.

No balanço dos últimos sete dias, entre a quinta-feira (1 de abril) e esta quinta-feira (8 de abril), o preço do milho em Campinas/CIF subiu na venda de R$ 100,00 para R$ 101,00 a saca, elevação de 1,0%. Na região Mogiana paulista, o cereal avançou na venda de R$ 96,00 para R$ 97,50 a saca, aumento de 1,6%.

Em Cascavel, no Paraná, no comparativo semanal, o preço passou de R$ 96,00 para R$ 97,00 a saca, alta de 1,0%. Em Rondonópolis, Mato Grosso, a cotação subiu de R$ 80,00 para R$ 82,00 a saca, elevação de 2,5% no balanço semanal. Já em Erechim, Rio Grande do Sul, a cotação subiu de R$ 95,00 para R$ 100,00 a saca, alta de 5,3%.

Em Uberlândia, Minas Gerais, as cotações do milho se mantiveram em R$ 85,00. Em Rio Verde, Goiás, mercado também estável em R$ 86,00.

Fonte: Agência Safras

Compartilhe
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email

Revista DBO: Comida feita em casa

VEJA os destaques da edição de maio e o especial Instalações e Equipamentos; na capa, a alta nos custos da nutrição incentivam pecuaristas para investimentos em fábrica de ração

Revista DBO: Comida feita em casa

VEJA os destaques da edição de maio e o especial Instalações e Equipamentos; na capa, a alta nos custos da nutrição incentivam pecuaristas para investimentos em fábrica de ração

Publieditorial

2742961

Newsletters DBO

Os destaques do dia da pecuária de corte, pecuária leiteira e agricultura diretamente no seu e-mail.