Menu
Menu

Dia a dia do mercado pecuário em 22 de abril

Baixa oferta gera perspectiva de alta na arroba do boi gordo. Confira as principais notícias desta segunda-feira

Pecuaristas ditam ritmo do mercado, reforça Agrifatto

A maior parte das regiões pecuárias se deparou com o registro de chuvas nos últimos dias, melhorando as condições das pastagens.

“Assim, o cenário atual possibilita que pecuaristas realizem a venda de boiadas de forma compassada, aliviando pressões negativas sobre a arroba por parte da indústria”, destaca a Agrifatto

“Portanto, no curtíssimo prazo, a oferta de animais terminados ditará o ritmo do mercado”, enfatiza a consultoria.

Preços da carne impulsionam spread da indústria

A melhora sazonal do consumo de carne bovina nas primeiras semanas de abril permitiu o avanço do escoamento no atacado e, consequentemente, uma pressão positiva sobre os preços da carcaça casada bovina.

Na véspera do feriado, a carcaça fechou cotada em R$ 10,72/kg em São Paulo, o que representou um avanço semanal de 1,5%, informa a Agrifatto.

Assim, o spread da indústria frigorífica (diferença entre preço da carne vendida no atacado e o valor pago pela arroba do boi gordo) voltou ao campo positivo. Na última quinta-feira, o spread estava em +4,37%, informa a Agrifatto.

“A tendência é que o spread passe por alguns ajustes, mas continue trabalhando no campo positivo no curto prazo”, prevê a consultoria.

Frigoríficos preparam programações de abate

Os resultados de vendas de carne bovina ao longo do final de semana prolongado devem demonstrar como a indústria frigorífica brasileira irá atuar no mercado do boi gordo a partir da segunda quinzena deste mês.

“Somente nesta terça-feira que os frigoríficos terão os seus resultados consolidados para, assim, realizarem as programações de compras de gado”, relata o boletim desta tarde da Informa Economis FNP, de São Paulo.

Segundo a consultoria, no geral, os preços do boi gordo ainda se mantêm estáveis nas principais praças pecuárias do país, com algumas alterações pontuais nas cotações da arroba da vaca.

“Na maior parte das regiões, os pecuaristas continuam segurando as suas ofertas de boiadas”, diz o relatório da
FNP, acrescentando que as condições das pastagens, com algumas exceções, ainda são boas nas regiões pecuárias.

Tendência de alta para os preços do bezerro

O Indicador Bezerro ESALQ (animal Nelore, de 8 a 12 meses) fechou a última semana a R$ 1.247,19, no Mato Grosso do Sul, com valorização diária de quase 1%, segundo o Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea/Esalq/USP).

“A liquidez dos leilões continua alta, visto que a oferta de animais segue enxuta”, relata o último boletim semanal da Informa Economics FNP, de São Paulo.

Expectativa de preços firmes para o boi gordo

O mercado do boi gordo abre a semana com expectativa de firmeza nos preços arroba, refletindo sobretudo a baixa o oferta de animais terminados.

Na quinta-feira, o Indicador do boi gordo Esalq/B3 registrou forte aumento diário de 3,4%, para R$ 159,20/@ (à vista, praça paulista), rompendo uma sequência de quatro dias de baixas, segundo dados do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea).

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on skype
Skype
Share on email
Email
Share on telegram
Telegram
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on email
Email
Share on tumblr
Tumblr
Share on print
Print

Veja também:

Produtores já estão testando novo modelo de produção de novilhas

A Agropecuária JBJ, de GO, e a Fazenda Rancho Fundo, do MS, suplementam as fêmeas desde bezerras para desafiá-las na IATF aos 13-14 meses.

Você precisa adquirir uma de nossas assinaturas.

“Precocinhas” Nelore no confinamento

Os sistemas de produção de novilhas precoces também abrem caminho para a engorda dessas fêmeas para venda bonificada a programas de carne de qualidade.

Você precisa adquirir uma de nossas assinaturas.

Novilhas Nelore sob holofotes

Elas são as novas estrelas da pecuária, graças aos avanços em precocidade com prenhez aos 13-14 meses, e valorização nos projetos de carne gourmet. Agora, elas também são objeto de pesquisa da Apta-Colina para o desenvolvimento de sistema específico de produção, a exemplo do programa do Boi 7-7-7.

Você precisa adquirir uma de nossas assinaturas.

Café com frio

Especialista dá dicas de como evitar problemas com o frio no cafezal, cultura que gosta de “cabeça quente e pés frios”

SOBRE A MÍDIA DBO

A DBO Editores Associados, fundada em junho de 1982, sempre se caracterizou como empresa jornalística totalmente focada na agropecuária. Seu primeiro e principal título é a Revista DBO, publicação líder no segmento da pecuária de corte. O Portal DBO é uma plataforma digital com as principais notícias e conteúdo técnico dos segmentos de corte, leite, agricultura, além da cobertura dos leilões de todo o Brasil.

ANUNCIE DBO

Acompanhe aqui o vídeo da edição mais recente da Revista DBO. Para ver os destaques das outras edições, basta clicar aqui.

ASSINE A REVISTA DBO

Revista DBO Ligue grátis: 0800 110618 (Segunda a sexta, das 08h00 às 18h00)

2018 DBO - Todos os direitos reservados

×
×

Carrinho