Duas associações de criadores deixam, momentaneamente, reuniões do Conseleite

A decisão "deve-se ao fato de as entidades não concordarem com o presente modelo de discussão que leva à conclusão do preço base do leite"

Duas associações ligadas à pecuária leiteira no Rio Grande do Sul, e que representam a maior parte do plantel do segmento no Estado, informaram em comunicado que não vão participar, por ora, das reuniões do Conselho Paritário Produtores/Indústrias de Leite do Estado do Rio Grande do Sul (Conseleite), que baliza, mensalmente, o preço do litro pago ao produtor.

Segundo a Associação dos Criadores de Gado Holandês do Rio Grande do Sul (Gadolando) e a Associação de Criadores de Gado Jersey do Rio Grande do Sul (Jersey-RS), a decisão “deve-se ao fato de as entidades não concordarem com o presente modelo de discussão que leva à conclusão do preço base do leite”.

Conforme as associações, as indústrias (laticínios) trabalham com dados altamente atualizados “e não admitem o mínimo prejuízo ou diminuição de lucro, enquanto os dados do custo de produção são desatualizados e o produtor não tem paridade de disputa para amenizar o seu prejuízo”, argumentam, no comunicado.

“Assim, as entidades entendem que não podem continuar endossando um índice que só interessa ao segmento industrial.”

A nota é assinada pelo presidente da Gadolando, Marcos Tang, e pelo presidente da Jersey-RS, Cláudio Martins.

VEJA TAMBÉM | Campanha busca estimular consumo de leite e derivados no país

Compartilhe
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email

No embalo do mercado

Confira os destaques da edição de dezembro; na capa, fazenda da BRPec Agropecuária, com mais de 130 mil ha no MS, trocou o ciclo completo pela cria, mas mantém estrutura para virar a chave se o cenário mudar

No embalo do mercado

Confira os destaques da edição de dezembro; na capa, fazenda da BRPec Agropecuária, com mais de 130 mil ha no MS, trocou o ciclo completo pela cria, mas mantém estrutura para virar a chave se o cenário mudar

Publieditorial

2742961

Newsletters DBO

Os destaques do dia da pecuária de corte, pecuária leiteira e agricultura diretamente no seu e-mail.