Entregas de fertilizantes recuam 9,8% em agosto ante agosto de 2018

Segundo a Anda, o Mato Grosso concentrou as entregas de adubos no País de janeiro a agosto, com 21,5% do total ou 4,730 milhões de toneladas.

As entregas de fertilizantes ao consumidor final no mês de agosto do ano passado recuaram 9,8% em relação a igual mês de 2018, totalizando 4,353 milhões de toneladas. Os dados foram publicados pela Associação Nacional para Difusão de Adubos (Anda) e são os mais recentes da entidade.

Quando observado os oito meses de 2019, o volume entregue, de 22,020 milhões de toneladas, superou em 1,9% o apurado em intervalo correspondente do ano anterior. Mato Grosso, mais uma vez, concentrou as entregas de adubos no País de janeiro a agosto, com 21,5% do total ou 4,730 milhões de toneladas.

Foi seguido pelo Paraná, com 3,028 milhões de toneladas; Rio Grande do Sul, com 2,547 milhões de toneladas; São Paulo, com 12,393 milhões toneladas; Goiás, com 2,120 milhões de toneladas; e Minas Gerais, com 2,095 milhões de toneladas.

Já a produção nacional recuou na comparação anual. Em agosto do ano passado, 514,7 mil toneladas foram produzidas, queda de 28,5% ante igual mês de um ano antes. No acumulado do ano, de janeiro a agosto de 2019, o volume produzido, de 4,507 milhões de toneladas, foi 13,1% inferior ao reportado nos oito meses de 2018.

O volume importado de fertilizantes intermediários aumentou tanto em agosto como no acumulado do ano, 25,5% e 15,2%, respectivamente. Em agosto, foram trazidos do exterior 3,309 milhões de toneladas, enquanto nos oito meses do ano foram 18,627 milhões de toneladas.

O Porto de Paranaguá (PR) foi a principal porta de entrada de adubos no País, com desembarque de 5,508 milhões de toneladas entre janeiro e agosto do ano passado, 3,7% a menos que no mesmo período de 2018.

Conforme a Anda, os estoques de produtos intermediários para fertilizantes e formulações NPK (de nitrogênio, fósforo e potássio) chegavam a 6,057 milhões de toneladas em 31 de dezembro de 2018, 9,5% acima dos 5,533 milhões de toneladas ao fim de 2017.

Compartilhe
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email

Publieditorial

2742961

Newsletters DBO

Os destaques do dia da pecuária de corte, pecuária leiteira e agricultura diretamente no seu e-mail.