Operação de frango pesa sobre o lucro da Tyson, avalia banco

Instituição financeira reduziu a previsão de lucro líquido da companhia para o ano fiscal de 2019 de US$ 5,91 por ação para US$ 5,83 por ação

A operação de frango está pesando sobre o lucro da Tyson Foods, segundo o banco suíço de investimentos Credit Suisse. O banco estima que os preços da carne de frango ainda subirão o suficiente no verão norte-americano para compensar os US$ 250 milhões previstos em custo adicional para compra de milho para alimentação.

Continue a leitura após o anúncio

A instituição financeira reduziu a previsão de lucro líquido da companhia para o ano fiscal de 2019 de US$ 5,91 por ação para US$ 5,83 por ação. Segundo o banco de investimentos, o peso médio dos frangos abatidos registrou um aumento em junho neste ano. Analistas do Credit Suisse disseram que o aumento na oferta de carne de frango ocorre em um momento em que o setor de proteína dos Estados Unidos vem tentando se recuperar de um período de baixos preços de frango. “Parte da razão por trás do ganho de peso foi a fria primavera dos EUA”, disse o banco, em relatório. Segundo o Credit Suisse, atualmente, a produção de frango norte-americana no acumulado do ano está 1% acima do total do ano passado.

Compartilhe
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email

Publieditorial

2742961

Newsletters DBO

Os destaques do dia da pecuária de corte, pecuária leiteira e agricultura diretamente no seu e-mail.

Conteúdo original Revista DBO