Frigoríficos do Mato Grosso registram elevação no nível de ociosidade em junho, diz Imea

A utilização da capacidade industrial ficou em torno de 75% no mês passado

A utilização da capacidade industrial dos frigoríficos do Mato Grosso recuou 6,25 pontos percentuais em junho na comparação com maio, ficando em 74,66%, informou o Instituto Mato-Grossense de Economia Agropecuária (Imea).

No mesmo período, o volume de animais abatidos no Mato Grosso cresceu 4,7% em junho, em relação ao mês anterior.

Na avaliação do Imea, a elevação no nível de ociosidade das indústrias frigoríficas mato-grossenses deveu-se principalmente “ao retorno das atividades de algumas unidades de abate que se encontravam fora das compras, de férias coletivas ou paralisados devido às reformas estruturais no mês passado”.

Com isso, em junho último, 85% das indústrias seguiram em funcionamento no Mato Grosso, o que resultou em uma maior distribuição dos animais, fazendo com que a ociosidade aumentasse, ressalta o instituto.

Compartilhe
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email

Revista DBO | Monta curta acelera produtividade

CONFIRA os destaques da edição de setembro da Revista DBO e o ‘Especial Genética e Reprodução’; na capa, veja como duas fazendas de ciclo completo se tornaram modelo de ‘fábrica ideal de produção de bois’

Revista DBO | Monta curta acelera produtividade

CONFIRA os destaques da edição de setembro da Revista DBO e o ‘Especial Genética e Reprodução’; na capa, veja como duas fazendas de ciclo completo se tornaram modelo de ‘fábrica ideal de produção de bois’

Publieditorial

2742961

Newsletters DBO

Os destaques do dia da pecuária de corte, pecuária leiteira e agricultura diretamente no seu e-mail.