Frota de aeronaves agrícolas no Brasil cresceu 4% em 2019

Segundo o Sindag, o Brasil contava com 2.280 aeronaves até o fim do ano passado

A frota de aeronaves agrícolas no Brasil cresceu 4% em 2019 ante o ano anterior, segundo o Sindicato Nacional das Empresas de Aviação Agrícola (Sindag). No fim do ano passado, o País contava com 2.280 aeronaves, 86 unidades a mais em relação ao fim de 2018.

Deste total, 2.265 aparelhos são aviões e 15, helicópteros. O incremento na frota manteve o ritmo do observado em 2018, quando o setor registrou alta de 3,7%.

Continue a leitura após o anúncio

Além disso, o País segue com a segunda maior frota aeroagrícola do mundo, atrás apenas dos Estados Unidos, que detêm cerca de 3,6 mil aeronaves, conforme informações do Sindag. Entre os Estados, Mato Grosso, Rio Grande do Sul e São Paulo lideram, com 520, 436 e 332 aeronaves, respectivamente.

Mato Grosso registrou o maior incremento na frota no ano passado, com 26 novas unidades. O estudo do Sindag está sendo divulgado neste momento durante a Abertura Oficial da Colheita do Arroz, evento que ocorre em Capão do Leão (RS). De acordo com a entidade, os números foram compilados no Registro Aeronáutico Brasileiro (RAB) da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac).

O relatório aponta também aumento no número de empresas de aviação agrícola, de 253 em 2018 para 267 em 2019, alta de 5,5%. As empresas são operadoras de Serviço Aéreo Especializado (SAE), que prestam serviços para produtores rurais. As empresas controlam 62,6% da frota, ou 1.427 aviões.

Já os operadores privados, agricultores ou cooperativas que possuem suas próprias aeronaves totalizaram 650 no fim do ano passado, número 11% maior que os 585 em atividade no fim do ano anterior.

Estes controlam 825 aeronaves, ou 36,2% da frota. Entre as fabricantes de aviões agrícolas, a Embraer controla 56,7% do mercado brasileiro, com suas variantes do avião Ipanema. No entanto, a norte-americana Air Tractor vem ganhando espaço no País, com aviões turboélice e participação de 16,53% do mercado.

Segundo o Sindag, esse modelo representa 18,5% da frota brasileira e registrou aumento de 47% em quatro anos em unidades no País, enquanto a frota total aumentou 52,2% em dez anos. No Brasil, as aeronaves agrícolas são utilizadas para a pulverização de produtos químicos em lavouras como soja, cana-de-açúcar e arroz.

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no pocket
Pocket
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no skype
Skype
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no pocket
Pocket
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no tumblr
Tumblr
Compartilhar no print
Print
2742961

Os destaques do dia da pecuária de corte, pecuária leiteira e agricultura diretamente no seu e-mail.

Notícias relacionadas:

Leia também

TV DBO

A DBO Editores Associados, fundada em junho de 1982, sempre se caracterizou como empresa jornalística totalmente focada na agropecuária. Seu primeiro e principal título é a Revista DBO, publicação líder no segmento da pecuária de corte. O Portal DBO é uma plataforma digital com as principais notícias e conteúdo técnico dos segmentos de corte, leite, agricultura, além da cobertura dos leilões de todo o Brasil.

Todos direitos reservados @ 2019 | Rua Dona Germaine Burchard, 229 | Bairro de Perdizes, São Paulo-SP

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!
×
×

Carrinho

Encontre as principais notícias e conteúdos técnicos dos segmentos de corte, leite, agricultura, além da mais completa cobertura dos leilões de todo o Brasil.

Encontre o que você procura:

Cadastre-se e receba nossas notícias

Todos os dias no seu e-mail melhor conteúdo do agronegócio.