Funcafé já assinou contratos com 14 dos 31 agentes financeiros para a safra 2020/21

Recursos disponibilizados com esses bancos e cooperativas de crédito representam R$ 2,65 bilhões do total do orçamento de R$ 5,7 bilhões
Foto: iStock

O Fundo de Defesa da Economia Cafeeira (Funcafé) já assinou contratos com 14 dos 31 agentes financeiros habilitados a operacionalizar os recursos da safra 2020/2021.

Os recursos disponibilizados com esses bancos e cooperativas de crédito representam R$2,65 bilhões do total do orçamento de R$ 5,7 bilhões para a temporada.

Continue a leitura após o anúncio

De acordo com o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), foram destinados R$ 817 milhões para Custeio, R$1,54 bilhão para Comercialização (incluindo FAC), R$ 302 milhões para Capital de Giro e R$ 6 milhões para Recuperação de Cafezais.

Os recursos contratados já estão disponíveis para desembolso aos agentes financeiros.

A Resolução Bacen 4.827/2020 definiu as taxas de juros em 6% para Custeio, Comercialização, Financiamento para Aquisição de Café (FAC) para cooperativas e 7,5% para FAC para indústrias e Capital de Giro para operações contratadas a partir da próxima quarta-feira (1º de julho).

Fonte: Mapa

Compartilhe
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email

Publieditorial

2742961

Newsletters DBO

Os destaques do dia da pecuária de corte, pecuária leiteira e agricultura diretamente no seu e-mail.

Conteúdo original Revista DBO