Importação chinesa de soja e milho aumenta em setembro

País asiático importou 64,510 milhões de toneladas da oleaginosa

As importações chinesas de soja totalizaram 8,2 milhões de toneladas em setembro deste ano, avanço de 2,3% ante igual período do ano anterior, informou nesta quinta-feira, 24, o Departamento de Alfândegas da China. No acumulado do ano, o país asiático importou 64,510 milhões de toneladas da oleaginosa. Dentre os derivados da oleaginosa, a China adquiriu 90 mil toneladas de óleo de soja em setembro deste ano, alta de 15,4% em relação ao volume registrado em igual mês do ano passado.

De janeiro a setembro deste ano, a importação da commodity totalizou 610 mil toneladas. As importações chinesas de milho chegaram a 140 mil toneladas em setembro, aumento de 237,2% ante setembro de 2018. No acumulado de 2019, o país importou 3,87 milhões de toneladas do cereal. De trigo, os chineses importaram 141 mil toneladas em setembro, volume 44,5% menor que o de igual mês do ano passado.

Continue a leitura após o anúncio

No primeiros nove meses do ano, as importações do cereal pelo país asiático totalizaram 2,26 milhões de toneladas. No mercado de algodão, a China importou 80 mil toneladas em setembro, recuo de 38,5% ante igual intervalo de 2018. A importação da fibra natural totalizou 1,520 milhão de toneladas entre janeiro e setembro deste ano.

As aquisições de óleo de palma pela China atingiram 450 mil toneladas, volume 32,9% superior ao importado um ano antes. Nos primeiros nove meses do ano, a importação da commodity atingiu 3,870 milhões de toneladas. De lácteos, 221,4 mil toneladas foram importadas pela China em setembro, 17,8% a mais que no mesmo período do ano anterior.

Nos primeiros nove meses de 2019, o país comprou 2,298 milhões de toneladas de produtos lácteos do mercado externo. No mercado de açúcar, a China importou 420 mil toneladas em setembro, 122,8% a mais que em igual mês do ano anterior. No acumulado do ano, as importações de adoçante pelo país asiático alcançaram 2,39 milhão de toneladas.

As aquisições de fertilizantes pelo país asiático foram 119,9% maior que o comprado em igual mês do ano passado. Em setembro, a China importou 1,110 milhão toneladas de fertilizantes. De janeiro a setembro de 2019, o país importou 9,30 milhões de toneladas.

Compartilhe
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email

Revista DBO – Saindo na frente

Confira a edição de setembro, que traz o “Especial de Genética e Reprodução” com 7 reportagens exclusivas, além de outras 21 reportagens e análises sobre o mundo da pecuária

Revista DBO – Saindo na frente

Confira a edição de setembro, que traz o “Especial de Genética e Reprodução” com 7 reportagens exclusivas, além de outras 21 reportagens e análises sobre o mundo da pecuária

Publieditorial

2742961

Newsletters DBO

Os destaques do dia da pecuária de corte, pecuária leiteira e agricultura diretamente no seu e-mail.

Conteúdo original Revista DBO