Importação precisa ser “bem dosada” para não desestimular plantio, diz Abramilho

Associação dos produtores diz que decisão de governo de zerar taxa até março de 2021 "causa certa apreensão" no campo
Foto: Reprodução/Internet

O presidente institucional da Associação Brasileira dos Produtores de Milho (Abramilho), Cesario Ramalho da Silva, disse que a importação de milho tem que ser “muito bem dosada” e “equilibrada” para que não desestimule o plantio da safra 2020/21 do cereal, que começa a ganhar ritmo.

Não podemos negar que a medida (isenção de imposto) é um elemento novo no mercado, que causa certa apreensão a nós produtores“, disse Ramalho da Silva, em nota.

O Comitê-Executivo de Gestão (Gecex) da Câmara de Comércio Exterior (Camex) decidiu na sexta-feira, 16, em reunião extraordinária, a partir de propostas apresentadas pelos ministérios da Agricultura (sobre a soja) e da Economia (sobre o milho) zerar a alíquota do imposto de importação para o complexo soja (grão, farelo e óleo de soja) e para o milho a fim de manter o equilíbrio na oferta desses produtos no mercado doméstico. A suspensão temporária do imposto de importação para soja (grão, farelo e óleo) valerá até 15 de janeiro de 2021. Já em relação ao milho, as importações brasileiras sem taxas vão até 31 de março de 2021.

Conforme Ramalho da Silva, a demanda por milho vem crescendo de forma significativa nas safras mais recentes, e as exportações “tiveram um impulso a mais” neste ano com a valorização do dólar, ao mesmo tempo que a indústria de carnes também tem no grão o seu principal insumo.

“Isso prova a competência do produtor brasileiro que ano a ano incorpora novas tecnologias, obtendo ganhos de produtividade, bem como grãos cada vez mais de melhor qualidade”, disse, na nota.

Compartilhe
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email

Publieditorial

2742961

Newsletters DBO

Os destaques do dia da pecuária de corte, pecuária leiteira e agricultura diretamente no seu e-mail.