Iniciativa premiará fazendas com projeto mais inovador em bem-estar animal e sustentabilidade

Ação da Phibro Saúde Animal tem curadoria da BE.Animal, parceria institucional da Associação Brasileira das Indústrias Exportadoras de Carne (Abiec) e das empresas de consultoria Athenagro e Notícias do Front

Na última sexta-feira (30/7), a empresa de nutrição animal Phibro Saúde Animal anunciou a abertura das inscrições do “Desafio da Pecuária Responsável”, uma iniciativa que premiará a fazenda de produção de bovinos de corte que tiver o mais inovador projeto de bem-estar animal e sustentabilidade.

A ação tem curadoria da BE.Animal, parceria institucional da Associação Brasileira das Indústrias Exportadoras de Carne (Abiec), e das empresas de consultoria Athenagro e Notícias do Front, além do apoio de mais de 70 empresas e entidades ligadas à pecuária de corte.

O projeto vencedor levará R$ 15 mil e será conhecido em julho do ano que vem. As inscrições para participar vão até o dia 15 de outubro de 2021 no site www.pecuariaresponsavel.com. No endereço eletrônico, os pecuaristas acessam o regulamento completo e todas as informações sobre o passo a passo para participar.

SAIBA MAIS | Revista DBO em Foco: “Bem-estar animal é muito mais do que somente manejo no curral”, diz zootecnista

Foto: Divulgação

“Quanto mais a gente comunicar, compartilhar e incentivar as pessoas a trazerem a suas ideias, mais isso será comunicado e compartilhado para o resto do País. Eu tenho certeza que nós trabalhamos com responsabilidade, mas a gente precisa comunicar e compartilhar isso”, diz o administrador de empresas Maurício Graziani, presidente da Phibro Saúde Animal.

Fundamentos básicos

No conceito do bem-estar animal, os animais têm direitos a cinco liberdades:

  1. Estar livre de sede, fome e subnutrição;
  2. Estar livre de desconforto;
  3. Estar livre de dor, injúria e doença;
  4. Estar livre para expressar comportamento normal;
  5. Estar livre de estresse e medo.

Para ser considerado, cada projeto terá de ser executável e aplicável em todo o País, aliando todas as regras do bem-estar animal, envolvendo nutrição, saúde, ambiente e conforto, comportamento e saúde mental.

Bem-estar animal no País

Sem números precisos, os preceitos do bem-estar animal ainda é adotada pela minoria dos pecuaristas brasileiros mas está ganhando mais adeptos, segundo o zootecnista Mateus José Rodrigues Paranhos da Costa, professor da Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias da Unesp, em Jaboticabal (SP), coordenador do Grupo de Estudos e Pesquisas em Etologia e Ecologia Animal (Grupo Etco) e um dos fundadores da BE.Animal.

Foto: Divulgação

“No universo que eu conheço, esse porcentual ainda é pequeno. Não vou falar que é 20%, 30% ou 40%. Gostaria que fosse 100%, mas ele ainda está abaixo de minha expectativa. Mas existe muita gente em processo de implementação dessas boas práticas na fazenda”, explica Paranhos.

CLIQUE AQUI e confira como foi a apresentação do Desafio da Pecuária Responsável

Compartilhe
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email

Revista DBO | Monta curta acelera produtividade

CONFIRA os destaques da edição de setembro da Revista DBO e o ‘Especial Genética e Reprodução’; na capa, veja como duas fazendas de ciclo completo se tornaram modelo de ‘fábrica ideal de produção de bois’

Revista DBO | Monta curta acelera produtividade

CONFIRA os destaques da edição de setembro da Revista DBO e o ‘Especial Genética e Reprodução’; na capa, veja como duas fazendas de ciclo completo se tornaram modelo de ‘fábrica ideal de produção de bois’

Publieditorial

2742961

Newsletters DBO

Os destaques do dia da pecuária de corte, pecuária leiteira e agricultura diretamente no seu e-mail.