Marfrig embarca de vez na onda do hambúrguer vegetal

Selo Revolution estará disponível no varejo e em restaurantes no início de 2020
Hambúrguer vegetal da Marfrig (Foto: Divulgação)

 

A Marfrig Global Foods, empresa que em 2018 fechou o ano com uma receita líquida de R$ 41,4 bilhões, anunciou que a partir do início de 2020 colocará no mercado a sua marca própria de hambúrgueres vegetais. A linha leva o  nome de Revolution Burger. A Marfrig é uma das líderes globais em carne bovina  e também maior produtora de hambúrgueres do mundo.

Esta não é a primeira investida da empresa. Em setembro, em parceria com a rede de fast food Burger King, a Marfrig colocou no mercado o Rebel Whopper, um hambúrguer com sabor de carne, mas à base de plantas.  O Burger King foi a primeira empresa a comercializar em larga escala o hambúrguer vegetal desenvolvido pela Marfrig e a americana Archer Daniels Midland Company (ADM).

Nessa nova etapa, a marca Revolution Burger, que tem nova composição em sua receita, será comercializada no varejo e em redes de food service. Em 2020 também deve ser iniciada a exportação do novo hamburguer para o mercado chinês. No País, o primeiro a oferecer o produto será o Outback Steakhouse,  rede de casual dining, com restaurantes localizados em 42 cidades.

O lançamento é mais um passo na estratégia da Marfrig em ampliar seu portfólio de produtos inovadores e de alto valor agregado. Vai na demanda do consumidor que muda hábitos alimentares.  “Estamos em um movimento consistente de ampliação de portfólio”, diz Eduardo Miron, CEO da Marfrig Global Foods. “E o lançamento de uma marca própria, que reflita a qualidade dos produtos e do relacionamento da empresa com a cadeia de clientes era um passo fundamental a ser dado.”

Além dos hambúrgueres, a marca será usada para outros produtos à base de plantas desenvolvidos pela Marfrig. Os produtos serão fabricados na unidade de Várzea Grande, no Mato Grosso, onde também são produzidos os demais hambúrgueres vegetais da Marfrig.

No ano passado, em pesquisa conduzida pelo Ibope Inteligência 14% da população brasileira se declarou vegetariana.  Em regiões metropolitanas como São Paulo, Curitiba, Recife e Rio de Janeiro o público sobe para 16%. São cerca de 30 milhões de brasileiros, um número maior do que as populações de toda a Austrália e Nova Zelândia juntas.  O estudo mostra um crescimento de 75% anta a mesma pesquisa feita em 2012. Naquela época 8% se declararam vegetarianos nas áreas metropolitanas.

Compartilhe
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email

Publieditorial

2742961

Newsletters DBO

Os destaques do dia da pecuária de corte, pecuária leiteira e agricultura diretamente no seu e-mail.