MT tem arroba enfraquecida e baixo volume de negócios

Enquanto os preços do boi gordo mato-grossense seguiram em queda na última semana, os preços médios do bezerro (12 meses) no Estado ficaram estáveis, a R$ 1.644,85/cabeça

Acompanhando o movimento nas principais praças pecuárias brasileiras, o Estado do Mato Grosso registrou quedas nos preços do boi gordo nas últimas duas semanas, motivadas pela insegurança da população ocasionada pelo avanço do novo coronavírus no Brasil.

“Pelo levantamento diário realizado pelo Imea, foi possível perceber que, além da queda nas cotações, poucos negócios foram fechados e grandes players compradores saíram de operação”, avaliam os analistas do Instituto Mato-Grossense de Economia Agropecuária (Imea).

Continue a leitura após o anúncio

Na última semana, de acordo com o Imea, o boi gordo do Mato Grosso fechou com valor médio de R$ 168,93/@, o que representou retração de 9% sobre a cotação média da semana anterior. Considerando a mesma base de comparação, o preço da vaca gorda recuou 8,6% no Estado, para R$ 174,54/@. Porém, na comparação com os valores registrados na mesma semana de 2019, os preços atuais do boi gordo e da vaca gorda apresentam valorização de 22% e 23%, respectivamente.

Enquanto os preços do boi gordo mato-grossense seguiram em queda na última semana, os preços médios do bezerro (12 meses) no Estado ficaram estáveis, a R$ 1.644,85/cabeça.  Com isso, a relação troca boi/bezerro registrou uma queda de 9,3% no comparativo semanal, fechando em 1,75 cab/cab.

 

Compartilhe
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email

Publieditorial

2742961

Newsletters DBO

Os destaques do dia da pecuária de corte, pecuária leiteira e agricultura diretamente no seu e-mail.

Conteúdo original Revista DBO