Melhoramento genético da raça Brangus rende prêmio à Embrapa

Premiação aconteceu em Campo Grande, MS, durante a realização do evento Brangus Forte

A Embrapa Pecuária Sul  foi premiada na última semana por ter sido a primeira empresa criadora de Brangus registrada Associação Brasileira de Brangus (ABB). A premiação reconheceu mais de 70 anos dedicados pela Embrapa ao fortalecimento da raça no Brasil e ocorreu em Campo Grande, no Mato Grosso do Sul.

O prêmio foi entregue nas mãos do pesquisador Marcos Yokoo, que trabalha atualmente em projetos de melhoramento genético em busca de linhagens de Brangus mais dócil e mais resistente ao carrapato. A raça Brangus é constituída de bovinos taurinos (Aberdeen Angus) com zebuínos (Nelore), e une rusticidade, resistência a parasitas, tolerância às variações climáticas e habilidade materna (comum aos zebuínos), com vantagens verificadas nos taurinos, como qualidade da carne, precocidade sexual, elevado potencial materno e fertilidade.

Continue a leitura após o anúncio

A Embrapa iniciou a formação do rebanho base na década de 1940, quando foi organizada a associação dos criadores. A partir daí, a raça ganhou prestígio de várias regiões e consumidores exigentes, apreciadores de uma carne mais marmorizada, macia e suculenta.

Compartilhe
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email

Publieditorial

2742961

Newsletters DBO

Os destaques do dia da pecuária de corte, pecuária leiteira e agricultura diretamente no seu e-mail.

Conteúdo original Revista DBO