Na parcial de maio, exportações brasileiras de carne bovina crescem quase 34%, aponta Agrifatto

Na primeira quinzena do mês, embarques da proteína in natura totalizaram 73,85 mil toneladas, ante o volume de 55,24 mil/t obtido no mesmo período de 2021, informa a consultoria, com base nos dados da Secex

As exportações de carne bovina in natura totalizaram 73,85 mil toneladas na primeira quinzena de maio/22, um avanço de 33,7% sobre o resultado do mesmo período de 2021, de 55,24 mil toneladas, informa a consultoria Agrifatto, com base nos dados preliminares da Secretaria de Comércio Exterior (Secex).

No acumulado das duas primeiras semanas de maio, o embarque médio diário foi de 7,38 mil toneladas, volume 22,3% maior em relação à média diária de maio de 2021.

“Caso o volume das exportações mantenha o atual ritmo diário de embarques, maio/22 poderá ser recorde para o período”, relata Yago Travagini, analista da Agrifatto.

O preço médio mensal da proteína bovina embarcada no acumulado das duas semanas do mês ficou em US$ 6,34 mil/toneladas, um avanço de 2,1% sobre a média de abril/22.

SAIBA MAIS | Carne bovina: exportações do Brasil têm alta de 22,3% em volume no mês de abril

Até o momento, informa a Agrifatto, as vendas externas de carne bovina in natura em mai/22 consolidaram uma receita de US$ 468,35 milhões, o equivalente a 75% do montante total obtido com os negócios em todo o mês de maio/21, quando a carne bovina tinha um valor 22,6% inferior ao obtido nas duas primeiras semanas de maio/22.

Compartilhe
WhatsApp
Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
Email

Publieditorial

2742961

Newsletters DBO

Os destaques do dia da pecuária de corte, pecuária leiteira e agricultura diretamente no seu e-mail.