“Queimadas na Amazônia são caso de polícia, não de produtor rural”

Presidente da FAEG defendeu setor durante participação no 12º Congresso do Algodão

As queimadas na Amazônia inflamaram a plenária de abertura do 12º Congresso do Algodão, em Goiânia, nesta terça-feira, 27 de agosto. O tema foi tratado pelas autoridades presentes na solenidade, que se prontificaram a defender o setor e a apontar que as acusações realizadas pela comunidade internacional são uma maneira de impor barreiras comerciais ao país.

“Quando vemos um incêndio florestal na Europa, nos dá um sentimento de dó e tristeza, mas é engraçado que quando o ocorre no nosso país, eles nos acusam”, disse José Mário Schreiner, presidente da Federação da Agricultura e Pecuária de Goiás (FAEG). Segundo ele, as ações coordenadas denunciadas pela imprensa no Pará “podem até ser ações criminosas, mas isso é caso de polícia e não de produtor rural”.

“Não nos apontem o dedo, não nos imputem algo para criar barreiras comerciais”, criticou Schreiner. Representando todos os ex-presidentes da Associação Brasileiras dos Produtores de Algodão, João Luiz Ribas Pessa, que comandou a entidade de 1999 a 2002, ressaltou que “interesses escusos” estão por trás das acusações feitas pela comunidade internacional contra o setor.

“Se estamos fazendo algo errado, mostre onde e quem, mas não podemos deixar que interesses escusos desmerecer o agronegócio brasileiro”, afirmou o produtor em um discurso no qual destacou os esforços realizados pelo agronegócio brasileiro para uma produção cada vez mais sustentável. “Estamos vendo que não basta estar certo, é preciso parecer certo”, disse.

Compartilhe
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email

As apostas são altas para o futuro da produção de carne no Brasil. Veja o que dizem as lideranças ouvidas para o Especial Perspectivas 2021 do Anuário DBO. Assista:

Publieditorial

2742961

Newsletters DBO

Os destaques do dia da pecuária de corte, pecuária leiteira e agricultura diretamente no seu e-mail.