Relação de troca entre boi gordo e milho fica mais favorável ao pecuarista

As referências para os próximos seis meses apontam para uma relação média de 3,79 sacas/@, valor que já seria o melhor desde setembro/20, destaca Agrifatto

A forte recuperação do boi gordo ao longo de novembro e, ao mesmo tempo, a desvalorização nos preços do milho resultaram em significativa melhoria na relação de troca aos pecuaristas, informa a Agrifatto.

“Finalmente essa relação voltou a ultrapassar os 3,50 scs/@”, destaca a consultoria.

Segundo os analistas da Agrifatto, considerando as condições futuras de precificação, há níveis interessantes de comercialização do milho na bolsa B3.

“As referências para os próximos seis meses apontam para uma relação média de 3,79 sacas/@, valor que já seria o melhor desde setembro/20, quando o cereal era negociado por R$ 60,06/sc”, afirmam os especialistas.

Na avaliação da Agrifatto, para aquelas propriedades que dependem muito desse tipo de relação, já que a composição da ração dos animais no Brasil é em grande parte precificada pelo milho atualmente, “bons momentos de comercialização começam a aparecer na tela desses pecuaristas”.

Segundo a Agrifatto, no curto prazo, ainda há espaço para a valorização do boi gordo nas próximas semanas e, com isso, a relação de troca boi gordo/milho poderia encostar novamente na média histórica – de 4,04 sc/@ –, dando o sinal necessário de travamento para este insumo.

SAIBA MAIS | Indicador do boi Cepea/B3 volta a operar na máxima nominal da série histórica

“Após meses de dificuldade e um futuro certo de margem apertada, a janela de comercialização de milho para o pecuarista finalmente está ficando menos nublada”, destaca a Agrifatto, que acrescenta: “Cabe agora aproveitar as oportunidades”.

Compartilhe
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email

No embalo do mercado

Confira os destaques da edição de dezembro; na capa, fazenda da BRPec Agropecuária, com mais de 130 mil ha no MS, trocou o ciclo completo pela cria, mas mantém estrutura para virar a chave se o cenário mudar

No embalo do mercado

Confira os destaques da edição de dezembro; na capa, fazenda da BRPec Agropecuária, com mais de 130 mil ha no MS, trocou o ciclo completo pela cria, mas mantém estrutura para virar a chave se o cenário mudar

Publieditorial

2742961

Newsletters DBO

Os destaques do dia da pecuária de corte, pecuária leiteira e agricultura diretamente no seu e-mail.