Repressão da China à carne ilegal de búfalo na Índia é mercado de US$ 2 bilhões

Concorrente do Brasil, país do Sul da Ásia corre para encontrar novos compradores para a sua proteína

A China adotou controles fronteiriços mais rígidos depois do surto de peste suína africana, o que significa que as exportações de carne de búfalo da Índia para Pequim, que geralmente entram clandestinamente sobretudo pelo Vietnã, praticamente pararam. As informações são do site do jornal South China Morning Post.

A Índia é o segundo maior exportador mundial da proteína, atrás apenas do Brasil. Em alguns mercados, como a própria China, concorre diretamente com os exportadores brasileiros.

Os indianos não podem vender diretamente carne de búfalo para o mercado chinês devido a uma proibição introduzida por Pequim em 2001, após um surto de febre aftosa no país asiático.

Continue a leitura após o anúncio

O controle mais rígido das fronteiras na China prejudicou o comércio de carne no mercado negro, que normalmente movimenta em torno de US$ 2 bilhões por ano. Exportadores indianos agora esperam que a Indonésia possa mais que triplicar as compras de carne do país do Sul da Ásia para compensar as pesadas perdas deste ano.

Enquanto isso, a China, o maior consumidor mundial de carne de porco, vem aumentando consideravelmente as importações de carne bovina e outras proteínas, depois que a doença mortal dos suínos matou mais de um milhão de porcos.

De acordo com dados compilados pela Associação de Exportadores de Carne e Pecuária da Índia, os embarques indianos de carne e miudezas de búfalo para a China (via Vietnã, Mianmar, Tailândia e Hong Kong) caíram 23% no acumulado de janeiro a outubro deste ano na comparação com o volume registrado em igual período do ano passado.

Segundo a reportagem, os exportadores da Índia têm pressionado o governo local a conversar com a Indonésia para aumentar a cota de importação. A Índia também solicitou que o governo da China suspendesse a sua atual proibição de importações de carne de búfalo.

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no pocket
Pocket
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no skype
Skype
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no pocket
Pocket
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no tumblr
Tumblr
Compartilhar no print
Print
2742961

Os destaques do dia da pecuária de corte, pecuária leiteira e agricultura diretamente no seu e-mail.

Notícias relacionadas:

Leia também

TV DBO

A DBO Editores Associados, fundada em junho de 1982, sempre se caracterizou como empresa jornalística totalmente focada na agropecuária. Seu primeiro e principal título é a Revista DBO, publicação líder no segmento da pecuária de corte. O Portal DBO é uma plataforma digital com as principais notícias e conteúdo técnico dos segmentos de corte, leite, agricultura, além da cobertura dos leilões de todo o Brasil.

Todos direitos reservados @ 2019 | Rua Dona Germaine Burchard, 229 | Bairro de Perdizes, São Paulo-SP

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!
×
×

Carrinho

Encontre as principais notícias e conteúdos técnicos dos segmentos de corte, leite, agricultura, além da mais completa cobertura dos leilões de todo o Brasil.

Encontre o que você procura:

Cadastre-se e receba nossas notícias

Todos os dias no seu e-mail melhor conteúdo do agronegócio.