Sauditas suspendem compras de duas plantas da BRF no Paraná

Unidades somam 20% do frango brasileiro enviado aos sauditas, diz secretário geral da Câmara de Comércio Árabe-Brasileira
Foto: Divulgação.

A autoridade sanitária saudita, a Saudi Food and Drug Authority, (SFDA) suspendeu temporariamente a autorização de exportar carne de frango ao seu mercado de duas plantas paranaenses da BRF, gigante do setor de proteína animal brasileira. As unidades dos municípios de Dois Vizinhos e Francisco Beltrão foram suspensas, segundo o site da autoridade saudita, desde o dia 10 de fevereiro.

O diretor-executivo da Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), Ricardo Santin, disse à ANBA que a autoridade saudita não explicou os motivos para o fechamento das plantas. “Nós não sabemos por que eles decidiram fechar, mas estamos trabalhando para ter uma reunião com as autoridades de lá e o embaixador brasileiro em Riad [Marcelo Della Nina] deve fazer essa reunião em breve. Nós sempre seguimos todas as normas e procedimentos que eles impõem, então não vemos motivos para o fechamento. Esperamos que as plantas reabram o mais breve possível”, disse Santin, durante o primeiro dia da Gulfood, feira de alimentos em Dubai. A ABPA levou 14 empresas à feira, junto com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil).

Continue a leitura após o anúncio

O secretário geral da Câmara de Comércio Árabe-Brasileira, Tamer Mansour, também esteve na feira e declarou que a entidade está trabalhando para saber os motivos do fechamento, e para a reabertura das plantas. “Vamos agendar uma reunião com a nossa embaixada na Arábia Saudita, nosso adido agrícola, e também com a SFDA, para entender melhor. Não apareceu motivo, e saiba que nós perdemos 20% da produção total para a Arábia Saudita com o fechamento dessas duas fábricas”, disse Mansour.

A BRF não quis comentar o assunto.

O embaixador do Brasil em Riad é responsável pela diplomacia brasileira na Arábia Saudita e no Iêmen. Mansour irá para Riad nesta quinta-feira (20) para convidar as autoridades locais para participar do Fórum Econômico Brasil & Países Árabes, que ocorrerá em abril em São Paulo.

As exportações de carne de frango do Brasil para os países árabes caíram 3,5% em janeiro em relação ao primeiro mês de 2019. Os árabes compraram 97,952 mil toneladas do produto no período, segundo dados da ABPA.

A Arábia Saudita teve queda de 9% nas compras de janeiro no mesmo comparativo, totalizando 35,15 mil toneladas. Os Emirados Árabes Unidos, segundo maior comprador do bloco em volume, apresentaram um recuo de 18% na mesma comparação. O volume embarcado ao país foi de 21,10 mil toneladas.

Compartilhe
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email

Publieditorial

2742961

Newsletters DBO

Os destaques do dia da pecuária de corte, pecuária leiteira e agricultura diretamente no seu e-mail.

Relacionado

Conteúdo original Revista DBO