RS: Virtuais de terneiros comercializam 2.044 reses

Recente balanço do monitoramento realizado pelo NESPro/UFRGS engloba 10 pregões promovidos entre os dias 1 e 20 de junho


O Núcleo de Estudos em Sistemas de Produção de Bovinos de Corte e Cadeia Produtiva (NESPro) da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) divulgou a quarta análise do monitoramento dos leilões virtuais de terneiros. O trabalho é coordenado pelo médico veterinário Júlio Barcellos.

+ Virtuais de terneiros no RS têm alta liquidez, diz NESPro

Continue a leitura após o anúncio

O último balanço (veja tabela acima), divulgado em 25 de junho, abrange informações coletadas em 10 remates realizados entre os dias 1 e 20 de junho nos municípios de Alegrete, Caçapava do Sul, Cruz Alta, Pelotas, São Borja, São Francisco de Assis, Taquara e Uruguaiana. De acordo com o NESPro, as vendas no período envolveram 2.044 fêmeas e machos até 164 kg ao valor médio de R$ 1.252.

Trabalho concluído – Entre 15 de abril até o último dia 20, o monitoramento da temporada de outono avaliou no total 54 eventos transmitidos pela TV e/ou internet em 24 praças de comercialização.

Foram 29.697 exemplares de gado geral vendidos, oriundos de diversas propriedades gaúchas, com pesos médios variando entre 164 a 175 kg. A média geral ficou em R$ 1.213 (R$ 7,13 kg/vivo). De acordo com o núcleo da UFRGS, a liquidez registrada chegou a 87%.

Acompanhe os resultados dos principais pregões de todo o Brasil no Jornal de Leilões

Compartilhe
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email

Publieditorial

2742961

Newsletters DBO

Os destaques do dia da pecuária de corte, pecuária leiteira e agricultura diretamente no seu e-mail.

Conteúdo original Revista DBO